Compartilhar
Guia completo dos diferentes tipos de papel de parede para você escolher

12 minutos para ler

O mercado conta com vários tipos de papel de parede, o que permite a sua aplicação em projetos com os mais diversos conceitos. Por esse motivo, estão ficando cada vez mais populares. Há alguns anos, eles não eram nem vendidos em lojas de materiais de construção, e as lojas especializadas faziam apenas projetos sob medida. Assim, era difícil encontrar rolos para a instalação por conta própria.

Hoje em dia, todas as grandes lojas de departamento apresentam alguns modelos. No entanto, os negócios dedicados inteiramente a eles continuam sendo mais interessantes, uma vez que oferecem uma variedade incrível de estampas e texturas. Assim, é possível escolher aqueles que mais lhe agradam e instalar — você mesmo — nas superfícies. Ficou interessado? Acompanhe! 

Como instalar um papel de parede? Quais as vantagens?

As tintas são muito difíceis de aplicar. Antes de mais nada, é preciso dominar bem a técnica para que toda a cobertura fique uniforme e esteticamente agradável. Caso contrário, vários tons poderão ser percebidos mesmo que uma mesma lata de tinta tenha sido utilizada em toda a área.

Além disso, frequentemente, é preciso fazer uma preparação ampla da parede:

  • lixar a superfície;
  • limpar manchas e sujeiras;
  • remover a camada de tinta anterior;
  • tampar e nivelar fissuras e buracos;
  • aplicar pré-tintas;
  • cobrir o chão, os móveis e outros acessórios;
  • retirar lustres e armaduras, entre várias outras ações possíveis.

Por isso, na maioria das vezes, as pessoas optam por contratar uma mão de obra terceirizada para executar a pintura. Isso traz custos elevados, que costumam ser três vezes maior do que o próprio material utilizado.

Já aplicar um papel de parede adesivo é o extremo oposto em relação à facilidade de instalação. Normalmente, a única ação realmente necessária é a limpeza de algumas regiões da parede para melhorar a adesão da cola. Em paredes que nunca receberam uma camada de tinta, será preciso aplicar uma demão. Afinal, o gesso e a massa corrida soltam pó, o que impede a fixação direta.

Então, você deverá retirar a proteção da superfície adesiva e instalar diretamente na parede. Alguns equipamentos facilitam esse processo:

  • uma espátula para evitar a formação de bolhas e deixar os cortes mais retos;
  • um estilete ou uma tesoura para cortar as tiras do rolo;
  • uma escada para maior segurança e qualidade da aplicação em toda a parede.

A ajuda de um colega ou familiar garante ainda maior qualidade, pois dará mais estabilidade no manuseio e nos movimentos de instalação

Por que colocar papel de parede?

O papel de parede é uma excelente alternativa às tintas e coberturas químicas que aplicamos nas nossas casas. Em muitos lugares do mundo, como nos Estados Unidos e na Europa, eles são muito mais populares do que elas nos ambientes internos.

Por isso, antes de explicamos cada tipo de papel de parede, é importante que você entenda por que escolhê-los para a sua obra ou reforma.

Disfarce das imperfeições estruturais

Se você quer uma parede perfeita com o papel, será preciso fazer uma preparação maior para uniformizar a superfície de aplicação. Contudo, muitas pessoas procuram o papel de parede, pois ele permite renovar a parede sem precisar fazer uma reforma. Com o tipo certo, é possível esconder imperfeições menores, como furos e fissuras pequenas.

Em caso de desnivelamentos ou trincas com aberturas maiores, você poderá nivelar a superfície com o lixamento e a aplicação de enchimentos. No entanto, se não quiser, isso não impede a aplicação do papel de parede, mas possivelmente a imperfeição será facilmente percebida. Em caso de impacto no vão, pode haver o rompimento da cobertura.

Variedade de estampas

Criar estampas nas paredes com as tintas é uma tarefa muito difícil e apenas os melhores profissionais conseguem um bom resultado. Então, elas ficam apenas com aquele padrão liso, que pode ser muito monótono e impedir designs de ambientes mais arrojados.

Os papéis de parede, por sua vez, apresentam infinitas possibilidades de estampas, como formas geométricas, figuras, fotografias, entre outras. Além disso, pode-se também acrescentar efeitos de textura e relevo, como as versões 3D.

Custo-benefício

Em um primeiro momento, o custo das tintas pode parecer menor do que o de um papel de parede. Entretanto, quando são analisados os valores da mão de obra e dos materiais complementares para aplicação, a pintura fica muito mais cara. Além disso, durante esse processo, respingos podem provocar danos em móveis, pisos, paredes e janelas. 

Outro ponto importante a considerar são os gastos com a manutenção de uma parede bonita. As manchas provocadas pelo uso habitual podem não ser removidas pela limpeza com água e sabão. Mesmo as tintas laváveis se deterioram e perdem a uniformidade da cor a cada lavagem.

Em quais cômodos colocar papel de parede?

Existe um mito de que o papel de parede só pode ser aplicado em cômodos específicos, sem contato com líquidos, estresse mecânico ou vapores de gordura. No entanto, existem diversos tipos de papel de parede, o que permite a sua aplicação em todo e qualquer ambiente interior. Atualmente, há modelos específicos de:

Quais os principais tipos de papel de parede?

Há vários tipos de papel de parede no mercado, que variam de textura, propriedades físicas, preço etc. Acompanhe!

Tradicional

É feito com celulose, o mesmo material do papel de impressão tradicional. No entanto, sua trama é muito mais resistente, além de receber aditivos para aumentar a durabilidade e conferir uma maior impermeabilidade. Como vantagens, apresenta um custo-benefício excelente, aplicação simples e variedade de estampas.

Mesmo assim, ainda é relativamente sensível e não deve ser instalado em locais com alto fluxo de cargas ou crianças. Somente pode ser aplicado em superfícies lisas e sem textura, senão pode se romper com impactos leves. Ademais, demanda bastante cuidado para a manutenção: a limpeza só pode ser feita a seco com panos de pó de algodão ou outro tecido suave.

Vinílico

Esse tipo de papel de parede tem se tornado um dos mais populares devido ao excelente custo-benefício, aliado à resistência e durabilidade. Para fabricá-lo, as folhas de celulose recebem uma cobertura de vinil, o mesmo material utilizado nos discos. Com isso, ele fica mais resistente a riscos mecânicos, como atrito e rasgos, além de se impermeabilizar.

Portanto, poderá ser aplicado em locais com maior trânsito de pessoas e áreas molháveis. Estima-se que eles durem, pelo menos, dez anos. A lavagem é super simples e eficiente, visto que é possível usar uma esponja macia com água e sabão neutro para as sujeiras mais intensas. No entanto, para não retirar a camada de vinil que protege o papel, não se devem empregar produtos abrasivos ou buchas.

3D

Os papéis de parede 3D podem ser feitos com dois processos diferentes: uso de materiais plástico para criar relevos na superfície do papel ou impressão de estampas que causam uma ilusão de óptica de maior produtividade. Por ser mais durável e fácil de aplicar, esta última opção é muito mais comum e popular. Ela, inclusive, pode ser fabricada com um papel vinílico.

Devido ao seu diferencial, pode simular realisticamente superfícies feitas com materiais sofisticados, como as madeiras nobres, os tijolos ingleses, ladrilhos de metrô etc. Também, podem ser feitos desenhos de formas tridimensionais futuristas e minimalistas.

Texturizado

O papel de parede texturizado é aquele que apresenta um relevo diferenciado para estimular o tato. Eles podem ser feitos com a aplicação de uma camada de tecido sobre o papel de celulose ou, mais comummente, com vinil trabalhado para simular a textura do material original.

Essa última opção é preferida, pois é muito mais fácil de manter e é mais durável. O tecido verdadeiro mofa com facilidade e absorve sujeiras e a oleosidade das mãos.

Adesivo

Mais do que um tipo propriamente dito, todo tipo de papel de parede que tiver uma camada de cola de fábrica pode ser considerado adesivo. Ele se diferencia das opções que demandam a aplicação de cola no processo de instalação.

Emborrachado

Assim como o vinílico, o emborrachado recebe uma camada de material plástico. Mas, em vez do vinil, é utilizado o EVA. As vantagens e desvantagens são as mesmas que já mencionamos acima.

Alto relevo

Os papéis alto relevo são um tipo daquelas peças tridimensionais com uma profundidade real que falamos acima. No entanto, as estampas não apresentam grandes destaques: o relevo geralmente tem 2 milímetros, no máximo. Contudo, isso já é suficiente para criar um visual diferenciado em muitos ambientes.

Assim como o adesivo, o alto relevo não é um material, mas uma característica que pode estar presente nos mais diversos tipos de papel de parede, como o emborrachado e o vinílico.

TNT

Esse é um pouco diferente dos materiais que falamos até agora. Em vez de papel de 100% celulose como base, é utilizado o TNT — o “tecido não-tecido”. Ele é uma mistura de fibras naturais, como a própria celulose, e sintéticas (geralmente, o poliéster). Assim, a textura simula a dos tecidos de fios de tecido, mas sem as desvantagens que eles apresentam.

Por esse motivo, pode ser aplicado em áreas úmidas e secas, em paredes lisas ou irregulares. Como são impermeáveis, podem ser limpos com uma esponja macia e sabão neutro.

Veludo

Novamente, podem-se usar o próprio veludo ou uma versão sintética que simula o sensorial aveludado. No entanto, a primeira opção raramente é vista hoje em dia, pois o tecido original é muito sensível: fica sujo com facilidade, não aceita limpeza úmida, mofa, acumula poeira, risca com um pequeno impacto e mancha.

Por meio de um processo industrial de alta qualidade, é possível fazer com que os papéis de parede vinílicos apresentem o sensorial aveludado, mas com propriedades físicas muito melhores. A impermeabilidade possibilita a lavagem com água e sabão, enquanto a resistência viabiliza sua aplicação em superfícies mais irregulares.

Como escolher?

escolha depende do ambiente em que ele será aplicado. No entanto, há opções que são universais, como o vinílico e o emborrachado. A seguir, vamos explicar alguns critérios que devem ser avaliados.

Presença de crianças no ambiente

As crianças estão em uma fase de desenvolvimento bem dinâmica, em que querem explorar o ambiente e descobrir novas sensações. Então, é natural que elas apresentem um risco a materiais mais frágeis, como os papéis de parede de celulose tradicionais. Com isso, podem sujá-los durante brincadeiras, puxar regiões com falhas de colagem, riscar com lápis de cor etc.

Exposição à umidade

Os papéis de parede sem impermeabilização somente podem ser aplicados em áreas secas, com exposição mínima à água. Por sua vez, aqueles materiais que receberam uma camada de material à prova d’água podem ser aplicados em áreas molháveis – isto é, aquelas expostas eventualmente a gotas e respingos.

Nas áreas molhadas, que podem ficar vários minutos expostas às lâminas de líquido, devem ser aplicados materiais feitos especialmente para esse fim. Esse é o caso, por exemplo, dos papéis de parede feitos para áreas externas.

Trânsito de cargas

O fluxo de objetos causa riscos mecânicos aos papéis de parede, como impactos e furos. Então, nas regiões expostas a eles, é imprescindível escolher um material mais resistente.

Por fim, independentemente das características do ambiente, a escolha de um bom fornecedor é o principal fator de sucesso do projeto. Com isso, você garante materiais de altíssima qualidade, um excelente atendimento para a escolha do material mais adequado, suporte para tirar dúvidas e realizar trocas, entre outros benefícios.

Onde encontrar?

Os papéis de parede podem ser encontrados nas maiores lojas de materiais de construção ou de decoração de interiores. No entanto, para ter um serviço de alta qualidade, é melhor procurar um comércio especializado em papéis de parede. Lá, você encontra mais variedade de estampas e texturas, consultores que entendem do assunto, materiais e processos produtivos consagrados, as últimas tendências nacionais e internacional e maior agilidade nas entregas.

A Lar Adesivos é uma loja que atende todo o Brasil por meio de seu e-commerce. Temos uma das maiores variedades de papéis de parede do país, além de uma rede logística que garante a produção rápido e eficiente das peças aliada a um envio seguro e ágil. Em apenas alguns dias, você recebe toda a sua remessa intacta e pronta para usar.

Nosso modelo de negócios foi desenhado para as operações virtuais, mesmo antes das restrições ao comércio. Isso proporciona uma experiência significativa para oferecer uma alta qualidade de serviço de ponta a ponta. Quem for de Belo Horizonte e região também pode optar pela retirada na fábrica física no prazo e no endereço fornecidos após a confirmação da compra.

Assim, você garante a aquisição do melhor tipo de papel de parede, com as estampas mais bonitas e alta durabilidade. Todo o processo de instalação pode ser feito em um mesmo dia sem gerar toda aquela sujeira típica das tintas. Ou seja, é muito mais praticidade e custo-benefício para toda a família.

Quer conhecer a nossa linha de papéis de parede com as melhores opções de mercado? Então, acesse o nosso site agora mesmo!

Perguntas e respostas

Artigos Relacionados
Recomendamos para você
Índice
Segurança
  • Norton Secured
  • selo
Formas de Pagamento
Credibilidade
Baixe o APP grátis!
Não vai ocupar espaço no seu telefone.
Abrir Whatsapp